Apresentando

Apresentando
Apresentando os clássicos da Sociologia ao meu lado. Da esquerda para a direita: Karl Marx, Èmile Durkheim, Max Weber e Florestan Fernandes

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

163 anos da publicação do Manifesto Comunista: um texto que resiste ao tempo

Capa da 1º publicação em 1848
Uma obra que resiste ao tempo, talvez poucos escritos tenha influenciado mais a humanidade, depois da bíblia, como O Manifesto do Partido Comunista, elaborado por Karl Marx e Friedrich Engels no dia 21 de fevereiro de 1848 em Londres. Bem provável que Marx tenha redigido o manuscrito em Bruxellas, local onde se encontrava, na ocasião, no exílio, Marx estava com 30 anos de idade, era jovem, porém com vasto conhecimento e muita indignação perante a sua realidade, estava no ápice da sua produção intelectual.
O Manifesto foi encomendado pela liga dos comunistas três a quatro meses de sua publicação. Na época em que o Manifesto foi encomendado (novembro) de 1847, a Europa vivia um período de grandes agitações: já nesses dias de novembro de 1847, esperava-se a eclosão da Revolução por toda a Europa, dado as circunstâncias e condições que viviam os trabalhadores. Foi nesse terreno "fértil" que surgiu o Manifesto, coincidentemente com o início da Revolução que era esperada, dando início na Suíça e logo espalhando-se por toda a Europa, segundo o próprio Marx: "tudo isso não era pó e vento, mas os primeiros rugidos da tempestade."
A verdadeira contribuição do Manifesto, nos reportando para o longo século XX, está no movimento intelectual das idéias de Marx e Engels, sua importância no campo político e social do qual ele foi, ao mesmo tempo, expressão e impulsionador. Intelectualmente, o Manifesto faz parte de uma escola de pensamentos que estendeu sua influência sobre praticamente todos os ramos do conhecimento humano. Não apenas o que conhecemos como Ciências Humanas ou sociais (como a Sociologia, Economia, História, Geografia...), mas também as inexatamente denominadas ciências exatas e biomédicas receberam também sua influência do marxismo.
Nestes 163 anos de sua publicação, O Manifesto Comunista foi e tem sido um documento político mais importante, e sua atualidade tem sido discutida e reafirmada por intelectuais do mundo inteiro. O Manifesto é a obra política mais lida e propagada no planeta. 

"Se hoje, 163 anos depois, o Manifesto continua despertando a atenção, é porque o Capitalismo, 163 anos depois, prossegue produzindo indignação, gerando denúncias e exigindo combate, mesmo que seja no campo das idéias"

2 comentários:

Larissa disse...

Nossa prof li e gostei muito parabens.
O senhor pode não se lembra de mim mas sou uma aluna que gosta muito do snhor apesar de nos termos conhecido muito pouco o senhor parece ser uma boa pessoa muito legal.
Eu sou a Larissa do 1º E.

Professor Carlos disse...

Obrigado Larissa,
Que bom que gostou do que leu.
Um abraço, e continue assim!