Apresentando

Apresentando
Apresentando os clássicos da Sociologia ao meu lado. Da esquerda para a direita: Karl Marx, Èmile Durkheim, Max Weber e Florestan Fernandes

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Le Monde - Dilma o seu legado e desafios

A imprensa internacional, mais imparcial com relação à do Brasil, deu um grande destaque e reconhecimento à sucessão presidencial , principalmente pelo fato de termos uma democracia recente,  pois, reconhecemos, que  eleger um metalúrgico, sindicalista das bases populares mantido por oito anos no governo, e conseguir a façanha de alcançar 87% de aprovação e deixar como legado a sucessão presidencial a uma mulher, sem dúvida, nem em democracias mais consolidadas do velho mundo ocorre tal fato.

Veja alguns trechos da matéria do Jornal Francês Le Monde:

"Um trabalhador, uma mulher. Pela segunda vez, a democracia brasileira, uma vez que abusou, hoje vibrante, inova com a felicidade. Sábado, 1 º de janeiro, o ex-metalúrgico "Luiz Inácio Lula da Silva vai render seu assento , Dilma Rousseff, o ex-guerrilheira, tornou-se uma economista e tecnocrata, eleito há dois meses, a primeira mulher presidente do Brasil".

"O novo presidente conta com o legado de seu antecessor. Uma democracia consolidada, livre da inflação, a riqueza agravado pelo aumento dos preços das commodities. Crescimento, emprego, consumo, moeda: os principais indicadores do Brasil é verde. Com a vantagem adicional de um fabuloso tesouro que dorme de petróleo ao largo da costa."

"Além disso, o realismo econômico ousadia relação social. Graças a uma dinâmica envolvente e uma série de tarefas domésticas, quinze milhões de brasileiros têm, por oito anos, escapou de desemprego, integrado na economia formal e deixaram de ser pobres ou muito pobres. Eles se juntaram ao exército crescente de classes médias, ávidos de possuir, consumir e viver melhor".

"Lula deixar para novo presidente do país escutado e respeitado na arena internacional. Brasil está se tornando um grande jogador que recebe um monte de elogios e algumas críticas já, por exemplo, sobre sua aproximação com o regime de Teerã. Neste domínio, "Dilma" começou a ser ouvido expressar suas diferenças com a força de sua preocupação com os direitos humanos, especialmente os das mulheres no Irão e noutros países".

Veja na íntegra clicando em: Le Monde
E para homenagear o nosso ex- presidente Lula, assista o vídeo abaixo:

Nenhum comentário: